CREATE ACCOUNT

*

*

*

*

*

*

FORGOT YOUR PASSWORD?

*

Insistência transborda em graça

Conheci a Renovação Carismática Católica (RCC), com 16 anos, através de minha irmã e contra minha vontade. Era engraçado meu modo de pensar sobre esse Movimento, achava que não me sentiria bem com um bando de “doidos”. A primeiro instante, é esse o pensamento que temos, quando conhecemos, porém, Deus se manteve firme e nunca desistiu do meu ‘SIM’. Após um tempo, com muita insistência, minha vida mudou completamente e, ali, conheci o verdadeiro amor que vem do céu. Acabei me tornando daquele jeito que via os outros, doida por Jesus. 

Ao me tornar acadêmica, no curso de Enfermagem, senti que faltava algo naquele Campus e, também, havia algo estranho lá. Em um dos locais da universidade, com várias árvores, sentei e senti um tremor no corpo, em seguida, rezei uma Ave Maria e entreguei aquela sensação nas mãos de Deus. Logo depois, vi uma árvore querendo pegar fogo e pensei que fosse coisa da minha cabeça, pois ninguém viu nada. Até então, fiquei na minha, sem entender o que aconteceu.

tHAINA

Com o passar do tempo e, pela oração, tive o discernimento de que aquela imagem que vi, era a ausência de um Grupo de Oração (GO) e teria de (...)

Ana Beatriz - GOU Nsa de Fátima

O GOU Nossa Senhora de Fátima, que acontece semanalmente nas tardes de quarta-feira no campus Central da Univás, é hoje fruto de muitas lágrimas e lutas, mas também semente das promessas de um Deus fiel que nos ampara! Nascemos em 2012, a partir do sonho de uma universitária do primeiro ano de Medicina, que via a necessidade de ter um Grupo, uma expressão da fé católica dentro da Universidade. E assim, reunindo aqueles que compactuavam dessa ideia, católicos de certo modo já convictos, passaram a se reunir na sala de extensão da Faculdade (sala essa que se localiza na parte externa da Faculdade, com acesso pela rua de frente).

E ali o grupo caminhava, chamado de Grupo de Oração Universitário, mas vivendo sob uma identidade peculiar, basicamente a partir de partilhas das vivências universitárias, católicas, familiares e cotidianas daquele grupo de acadêmicos. No ano seguinte, desse então Grupo de Oração, unido a influências de universitários regressos de Alfenas, foram se juntando forças para o início da Pastoral Universitária Católica de Pouso Alegre. Assim, para que o novo Grupo (a PU) engrenasse na realidade da cidade, o Grupo de Oração Universitário decidiu-se por interromper (a princípio temporariamente) suas atividades, estando seus (...)

TOP